Prof.Dr.Luis Carlos Figueira de Carvalho

Widgets

Translate this Page
POS GRADUAÇÃO
Por que fazer uma pós-graduação?
Melhorar curriculo
Ver Resultados

Rating: 2.8/5 (2338 votos)




ONLINE
6






VIRULÊNCIA

VIRULÊNCIA

Os fatores de virulência  são estruturas, produtos ou estratégias que as bactérias utilizam para “driblar” o sistema de defesa do hospedeiro e causar uma infecção. Alguns estão relacionados com a colonização do microorganismo e outros com as lesões do organismo, como por exemplo as toxinas.

Adesão

É o processo da bactéria  se aderir nas células e nos tecidos do organismo. As estruturas de superfície das bactérias, chamadas adesinas, que determinam a capacidade de adesão dela. As adesinas precisam interagir com os receptores de membrana ou proteínas da matriz extracelular para que haja adesão. Existem vários tipos de adesinas, de acordo com o tipo de bactéria.

A resposta das células do hospedeiro à adesão varia de acordo com o tipo de célula e de bactéria. As células epiteliais também respondem à adesão de bactérias da microbiota normal.

As bactérias têm forte tendência em interagir e aderir às superfícies disponíveis quando estão em seus ambientes naturais. Os biofilmes são aglomerados de bactérias envolvidos por uma membrana de exopolissacarídeos produzida pela bactéria que se formam na superfície de dispositivos. Possuem uma arquitetura especial, de modo que permita a difusão de nutrientes necessários ao crescimento bacteriano. Nos biofilmes as bactérias estão bem protegidas contra as defesas do organismo e da ação dos antibióticos. Os biofilmes podem se formar tanto em dispositivos plásticos, tubulações em geral, mucosas e nos dentes.

Invasão

As bactérias penetram nas células dos organismos basicamente por fagocitose. A fagocitose é um processo normal do organismo, mediada pelo sistema de defesa. Nas células não fagocitárias, a fagocitose é induzida pelas bactérias, com a participação de proteínas chamadas invasinas, que podem estar presentes na membrana externa da bactéria ou serem injetadas no seu citosol. As células dos hospedeiros podem responder de diversas formas à invasão. Normalmente produzem citocinas e prostaglandinas, e morte celular por necrose ou apoptose. As bactérias têm necessidade de regular a expressão de seus genes de virulência para se adaptarem aos microambientes onde são obrigadas a sobreviver.

Sideróforos

São substâncias que apresentam alta afinidade pelo ferro, elemento muito importante para o crescimento e metabolismo bacteriano. O organismo humano desenvolveu mecanismos para evitar que as bactérias removam o ferro do hospedeiro. Os sideróforos são capazes de retirar o ferro das proteínas carreadoras (hemoglobina, transferrina e lactoferrina) e transportar para o citoplasma. Os sideróforos mais conhecidos são a catecolaminas e hidroxamatos.

Bibliografia:
Luiz Rachid Trabulsi e Flavio Alterthum. Microbiologia, São Paulo: Atheneu, 2008.
http://vsites.unb.br/ib/cel/microbiologia/morfologia2/morfologia2.html

QUESTÕES

  1. Diferencie Patogenicidade de Virulência. RESP = Patogenicidade: capacidade de causar doença; Virulência - grau em que patogenicidade se expressa
  2. Como se classificam as bactérias quanto a capacidade de causar doenças? RESP = A) Bactérias patogênicas primárias: podem causar doenças em indivíduos sadios; b) Bactérias patogênicas oportunistas: geralmente só causam doenças nos indivíduos com algum tipo de deficiência em suas defesas naturais ou adquiridas;
  3. Que são e quais são os fatores de colonização? Resp = São fatores que conferem à bactéria a capacidade de colonizar o individuo, isto é, de proliferar e sobreviver no organismo. São classificadas em: adesinas, invasinas, evasinas e fatores nutricionais.
  4. Explique a função e a ação das invasinas? Resp = Invasinas são substâncias que promovem a invasão das células pelas bactérias patogênicas. Estas substâncias desencadeiam ou ativam sinais que levam a célula a internalizar a bactéria. Há dois mecanismos gerais de invasão conhecidos; macropinocitose e fagocitose comum.
  5. Que são sideróforos? Resp = São substâncias bacterianas que retiram o ferro necessário as bactérias, de complexos do organismo como a ferritina, lactoferrina, transferrina e hemina.
  6. Quais são os principais fatores de virulência que provocam lesão no organismo? Resp = São as exotoxinas, enzimas hidrolíticas, superantígenos, endotoxinas e certos antígenos que induzem doenças auto-imunes.
  7. Como são divididos as exotoxinas de acordo com o sítio de ação? Resp = a) Toxinas que atuam na membrana citoplasmática, interferindo com mecanismos de sinalização da célula; b)Toxinas que alteram a permeabilidade da membrana celular; c) Toxinas que atuam dentro da célula, onde modificam enzimaticamente alvos citosólicos.
  8. Qual a principal função das enzimas hidrolíticas? Resp = Sua função é degradar componentes da matriz extracelular, desorganizando a estrutura dos tecidos e permitindo a bactéria adquirir nutrientes importantes para o seu desenvolvimento.
  9. Que tipo de substâncias são classificadas como evasinas? Resp = Usamos o termo evasinas para incluir todas as substâncias ou estruturas bacterianas que tornam a bactéria capaz de evadir-se da fagocitose, complemento ou anticorpos.
  10. Qual a principal diferença entre os antígenos normais e os superantígenos? Resp = Os superantígenos não são processados e apresentados pelos macrófagos, em associação com a molécula do complexo de histocompatibilidade da classe II, mas possuem a capacidade de interagir ao mesmo tempo com esta molécula e com o receptor dos linfócitos T que os reconhecem.
  11. Quais os dois mecanismos pelos quais as bactérias podem provocar doenças auto-imunes? Resp = Quando possuem ou produzem antígenos semelhantes aos existentes nas células dos hospedeiros; Através de anticorpos contra as proteínas do choque térmico, produzidos por bactérias, podem provocar doenças auto-imunes.
  12. Cite as duas principais propriedades patogênicas das bactérias que causam doenças. RESP= CAPACIDADE DE INVASÃO E DE PRODUÇÃO DE TOXINA
  13. Cite exotoxinas que promovem a sobrevivência bacteriana: RESP= colagenase, hialuronidase, estreptoquinase, coagulase, etc.
  14. Cite exotoxinas que danificam ou destroem células: RESP = hemolisinas, leucocidinas, etc.
  15. Cite exotoxinas que interferem com metabolismo celular: RESP =  toxina colérica, toxina diftérica
  16. Cite exotoxinas que afetam a transmissão de impulsos nervosos: RESP = toxina tetânica e botulínica.
  17. São características das exotoxinas: a) Excretadas por células vivas; b) Produzidas por bactérias Gram-positivas e Gram-negativas; c) Natureza polipeptídica; d) Geralmente imunogênicas; e) Todas estão corretas
  18. São características das exotoxinas: a) Podem ser utilizadas em imunização na forma de toxóides atóxicos; b) São extremamente tóxicas; c) Possuem receptores específicos; d) Geralmente imunogênicas; e) Todas estão corretas
  19. São características das endotoxinas: a) São parte integral da parede bacteriana, sendo liberadas na morte bacteriana; b) Estão presente apenas em bactérias Gram-negativas; c) Tem natureza lipopolissacarídica (lipídeo A); d) Fracamente imunogênicas e não são convertidas a toxóides; e) Todas estão corretas
  20. São barreiras inespecífica contra invasão bacteriana: a) Pele; b) Camada de muco; c) Fagocitose; d) Resposta Inflamatória; e) Todas estão corretas
  21. São mecanismos Microbianos de Escape das Barreiras: a) Mimetismo e Absorção de antígenos do hospedeiro; b) Produção de cápsula; c) Variação antigênica; d) Imunossupressão; e) Todas estão corretas

 

Pub

CONSULTORIA ACADÊMICA: 

Professor e orientador para sua vida acadêmica, que propõe dar suporte didático-pedagógico e orientações para que você almeje seus objetivos, de forma prática e rápida.

Existe duas maneiras de chegar a algum lugar. Uma de forma aleatória, com tentativas de acertos e erros; e, outra, orientada e supervisionada por alguém que conhece o caminho das pedras.