Prof.Dr.Luis Carlos Figueira de Carvalho

Widgets

Translate this Page
POS GRADUAÇÃO
Por que fazer uma pós-graduação?
Melhorar curriculo
Ver Resultados

Rating: 2.8/5 (2310 votos)




ONLINE
1






HERPES

HERPES

Doencas_infecciosas_parasitaria_guia_bolso.pdf

 

Clemens, Sue Ann Costa and Farhat, Calil Kairalla Soroprevalência de anticorpos contra vírus herpes simples 1-2 no BrasilRev. Saúde Pública, Ago 2010, vol.44, no.4, p.726-734.       ACESSE TEXTO ORIGINAL AQUI

As infecções por vírus herpes simples (HSV) são causadas por dois tipos do vírus, o tipo 1 (HSV-1) e o tipo 2 (HSV-2), sendo endêmicas em todo o mundo.15,17 Além disso, são uma das infecções mais prevalentes no mundo e no Brasil, 640 mil novos casos de herpes genital são diagnosticados anualmente.16 Portanto, as infecções por HSV-1 e HSV-2 são relevantes em saúde pública e a análise de prevalência de anticorpos para HSV-1 e HSV-2 permite identificar a dinâmica dessa epidemia.

Tipicamente, o HSV-1 é contraído na infância e adolescência por contato direto por via oral e, se sintomático, caracteriza-se por lesões orolabiais ou faciais. Entretanto, em estudos recentes, o HSV-1 tem despontado como um dos principais agentes causadores da herpes genital em alguns países desenvolvidos.14,21

A doença causada por HSV-2 é quase sempre genital, ocorrendo em adolescentes e adultos sexualmente ativos.17,25 A excreção e a transmissão do vírus ocorrem não somente a partir de pessoas infectadas sintomáticas, mas também daquelas assintomáticas.9,11,20 As infecções neonatais por HSV são conseqüências mais sérias da forma genital de infecção materna por HSV-2, embora o HSV-1 possa ocasionalmente ser identificado.6

Estudos epidemiológicos mostram uma interação importante entre HSV, HIV-1 e HPV.3,18,24 A presença de HSV-2 aumenta o risco de aquisição, excreção e transmissão de HIV-1 e pode acelerar a progressão da doença pelo HIV-1. A infecção por HSV-2 foi também associada a um aumento de 2,2 a 3,4 vezes no risco para carcinoma cervical invasivo em mulheres positivas para DNA de HPV.18

 

QUESTÕES - SISTEMA SIGA

1. A Herpes Simples apresenta-se na pele como uma lesão cutânea do tipo:

 

a) vesícula.

b) pápula.

c) mácula.

d) pústula.

e) placa.

 

2. Analise as afirmativas e assinale a opção correta.

I- Apresentações disseminadas de herpes-zoster ocorrem, normalmente, em indivíduos com imunossupressão grave, em geral, pacientes submetidos a transplante de medula óssea. Nessa população, indica-se o uso de antiviral, preferencialmente valaciclovir, cujas propriedades farmacocinéticas facilitam a posologia e a adesão do paciente ao tratamento.

II - A síndrome de Ramsey Hunt, característica da infecção pelo vírus do herpes simples (HSV-1) no gânglio geniculado, caracteriza-se pela manifestação de paralisia facial periférica, otalgia e erupções vesiculosas na orelha externa, decorrentes da reação inflamatória aguda do nervo facial e do vestíbulo-coclear, causados por esse vírus.

III - Entre as possíveis complicações do herpes-zoster, inclui-se a ocorrência de infecção bacteriana secundária; para o tratamento dessa complicação, indica-se terapia com cefalexina, na posologia de 500 mg a 1.000 mg, a cada 6 horas.

CONCLUI-SE QUE:

a) Apenas a afirmativa III está correta.

b) Apenas as afirmativas I e II estão corretas.

c) Apenas as afirmativas I e III estão corretas.

d) Apenas as afirmativas II e III estão corretas.

e) As afirmativas I, II e III estão corretas.

 

3. Analise as afirmativas e julgue como Verdadeira (V) ou Falsas (F).

(      ) Caso as lesões tenham se apresentado inicialmente como pápulas eritematosas com tamanho de 2 mm, evoluído a seguir para vesículas agrupadas com conteúdo citrino, e depois rompido e originado ulcerações genitais com ardência, prurido e dor, deve-se considerar o diagnóstico de herpes genital.

(    ) O início da gengivoestomatite herpética aguda é abrupto e frequentemente acompanhado por linfoadenopatia cervical anterior, calafrios, febre, náusea, irritabilidade e lesões orais indolores.

(   ) A herpes simples pode causar meningite, mas não encefalite e mielite.

(    ) Apresentações disseminadas de herpes-zoster ocorrem, normalmente, em indivíduos com imunossupressão grave, em geral, pacientes submetidos a transplante de medula óssea. Nessa população, indica-se o uso de antiviral, preferencialmente valaciclovir, cujas propriedades farmacocinéticas facilitam a posologia e a adesão do paciente ao tratamento.

a) V, F, F e F.

b) V, F, V e V.

c) F, V, F e V.

d) V, V, F e V.

e) V, V, V e F.

 

4. Analise o casos clínico e assinale a opção correta.

Um paciente de 75 anos de idade, hipertenso, sedentário, tabagista (75 anos-maço) e obeso foi atendido em pronto-socorro queixando-se de dor torácica intensa na região dorsal esquerda, em pontada, iniciada havia quatro dias, e que apresentou piora progressiva. À inspeção, observou-se exantema maculopapular, múltiplas vesículas, por vezes confluentes, algumas pústulas e crosta seropustulosa na região ao longo do quinto espaço intervertebral esquerdo.

Com base no quadro clínico acima, julgue o item que se segue.

Em face do quadro dermatológico descrito, é correto concluir que o paciente apresenta reativação de infecção pelo vírus herpes humano 3 (VHH3); esse diagnóstico também pode ser abalizado pelo fato de a maior parte dos pacientes acometidos por essa afecção não apresentarem causas secundárias de imunodeficiência, que não a idade avançada ou a própria redução na imunidade celular contra esse vírus.

( ) Verdadeiro

( ) Falso

 

5. A presença de infiltrado anular na ceratite do herpes simples, é causada por:

 

a) presença de células linfocitárias tipo B.

b) infecção ativa por HSV.

c) reação celular aos antígenos estromais.

d) precipitação do complexo antígeno-anticorpo.

e) abuso de anestésico tópico.

 

6. Assinale a opção que completa corretamente a sentença:

O vírus do Herpes Simples é comumente associado a lesões de membranas mucosas e pele, ao redor da cavidade oral (herpes orolabial) e da genitália (herpes anogenital). Determina quadros variáveis benignos ou graves. Há dois tipos de vírus: o__________, responsável por infecções na face e tronco, e o ___________, relacionado às infecções na genitália e de transmissão geralmente sexual.

a) Tipo 1 e Tipo 2, respectivamente.

b) Tipo 2 e Tipo 1, respectivamente.

c) DNA e RNA, respectivamente.

d) RNA e DNA, respectivamente.

e) Tipo 3 e Tipo 5, respectivamente.

 

7. Em relação a herpes, é incorreto afirmar:

 

a) A gengivoestomatite herpética aguda é o padrão mais comum de infecção primária sintomática pelo HSV (vírus herpes simples)

b) O início da infecção é abrupto e frequentemente acompanhado por linfoadenopatia cervical anterior, calafrios, febre, náusea, irritabilidade e lesões orais indolores.

c) Inicialmente, a mucosa afetada desenvolve diversas vesículas puntiformes, que rapidamente se rompem e formam inúmeras lesões pequenas avermelhadas.

d) As lesões iniciais aumentam um pouco de tamanho e desenvolvem áreas centrais de ulceração, recobertas por uma fibrina amarela.

e) Tanto a mucosa móvel quanto a aderida podem ser afetadas e o número de lesões é altamente variável.

 

8. Em relação a herpes genital, Julgue a seguinte sentença, como Verdadeira(V) ou Falsa (F):

(   ) As lesões são, inicialmente, pápulas eritematosas de 2 a 3mm, seguindo-se por vesículas agrupadas com conteúdo citrino, que se rompem dando origem a ulcerações.

(     )  A adenopatia inguinal dolorosa bilateral pode estar presente em 50% dos casos.

(   ) As lesões cervicais (cervicite herpética), frequentes na primo-infecção, podem estar associadas a corrimento genital aquoso. N

(   ) O homem, não raramente, pode haver secreção uretral hialina, acompanhada de ardência miccional. Podem ocorrer sintomas gerais, como febre e mal-estar.

(    ) Com ou sem sintomatologia, após a infecção primária, o HSV ascende pelos nervos periféricos sensoriais, penetra nos núcleos das células ganglionares e entra em latência.

a) V, V, V, V e V.

b) V, F, V, V e F.

c) F, F, V, V e V.

d) V, V, F, V e V.

e) F, V, V, V e V.

 

9. Em relação a herpes genital, julgue as sentenças como Verdadeiras (V) ou Falsa (F):

(   ) O vírus é transmitido, mais frequentemente, por contato direto com lesões ou objetos contaminados, sendo necessário que haja solução de continuidade, pois não há penetração do vírus em pele ou mucosas íntegras.

(    )   Pode não produzir sintomatologia ou pródromos, como aumento de sensibilidade, formigamento, mialgias, ardência ou prurido, antecedendo o aparecimento das lesões.

(    )  No homem, localiza-se, mais frequentemente, na glande e prepúcio; na mulher, nos pequenos lábios, clitóris, grandes lábios, fúrcula e colo do útero.

(    )  As lesões são, inicialmente, pápulas eritematosas de 2 a 3mm, seguindo-se por vesículas agrupadas com conteúdo citrino, que se rompem dando origem a ulcerações.

a) V, V, V e V.

b) V, F, V e V.

c) V, F, F e V.

d) F, V, V e V.

e) V, V, V e F.

 

10. Em relação ao herpes simples, é incorreto afirmar:

 

a) Herpes do tipo 2 é responsável por infecções na face e tronco, e o tipo 1 está relacionado às infecções na genitália e de transmissão geralmente sexual.

b) É uma virose transmitida, predominantemente, pelo contato sexual (inclusive oro-genital), onde a transmissão pode se dar, também, pelo contato direto com lesões ou objetos contaminados.

c) Caracteriza-se pelo aparecimento de lesões vesiculosas que, em poucos dias, transformam-se em pequenas úlceras, precedidas de sintomas de ardência, prurido e dor.

d) Acredita-se que a maioria dos casos de transmissão ocorre a partir de pessoas que não sabem que estão infectadas ou são assintomáticas.

e) Mais recentemente, tem sido reconhecida a importância do Herpes na etiologia de úlceras genitais, respondendo por grande percentual dos casos de transmissão do HIV, o que coloca o controle do herpes como uma prioridade.

 

11. Em relação ao herpes simples, julgue a seguinte sentença como Verdadeiro ou Falsa.

A Gengivoestomatite herpética é a forma clínica da herpes simples observada mais comumente em crianças, podendo variar de um quadro discreto, com algumas lesões vésico-erosivas e subfebril, até quadros graves, com erupção vesiculosa, febre alta, adenopatias e comprometimento do estado geral. Com o rompimento das vesículas, formam-se exulcerações, a gengiva edemacia-se e a alimentação é dificultada. A faringe pode ser atingida.

( ) Verdadeiro

( ) Falso

 

12. Em relação ao vírus da herpes é incorreto afirmar:

 

a) O vírus do Herpes Simples é comumente associado a lesões de membranas mucosas e pele, ao redor da cavidade oral (herpes orolabial) e da genitália (herpes anogenital).

b) Determina quadros variáveis benignos ou graves, havendo dois tipos de vírus. O vírus tipo 1,é responsável por infecções na face e tronco, e o tipo 2, relacionado às infecções na genitália e de transmissão geralmente sexual.

c) Ambos os vírus ( Tipo 1 e 2) podem infectar qualquer área da pele ou das mucosas. As manifestações clínicas são distintas e relacionadas ao estado imunológico do hospedeiro.

d) Os Herpes Simplex Virus (HSV), tipos 1 e 2, pertencem à família Coronaviridae, da qual fazem parte o Citomegalovírus (CMV), o Varicela Zoster Vírus (VZV), o Epstein-Barr Vírus (EBV), o Herpesvírus humano 6 (HHV-6) e o Herpesvírus humano 8 (HHV 8).

e) Embora os HSV 1 e 2 possam provocar lesões em qualquer parte do corpo, há predomínio do tipo 2 nas lesões genitais e do tipo 1 nas lesões periorais.

 

13. Em relação a primo infecção herpética, é incorreto afirmar:

 

a) É, em geral, subclínica e passa despercebida; o indivíduo torna-se portador do vírus sem apresentar sintomas.

b) Em pequena porcentagem de indivíduos, a infecção é grave e prolongada, perdurando por algumas semanas.

c) Após a infecção primária, o vírus pode ficar em estado de latência em gânglios de nervos cranianos ou da medula.

d) Quando reativado por várias causas, migra através do nervo periférico, retorna à pele ou mucosa e produz a erupção do Herpes Simples recidivante.

e) Com o rompimento das vesículas, formam-se exulcerações, a gengiva edemacia-se e a alimentação é dificultada, devido a instalação de uma faringite.

 

14. Em relação Herpes recidivante, considere as seguintes afirmativas:

I - Após a infecção genital primária por HSV 2 ou HSV 1, respectivamente, 90 e 60% dos pacientes desenvolvem novos episódios nos primeiros 12 meses, por reativação dos vírus.

II - A recorrência das lesões pode estar associada à febre, exposição à radiação ultravioleta, traumatismos, menstruação, estresse físico ou emocional, antibioticoterapia prolongada e imunodeficiência.

III - O quadro clínico das recorrências é mais intenso que o observado na primo-infecção, antecedido de pródromos característicos: aumento de sensibilidade, prurido, “queimação”, mialgias e “fisgadas” nas pernas, quadris e região anogenital.

Conclui-se que:

a) Apenas as afirmativas I e III estão corretas.

b) Apenas as afirmativas I e II estão corretas.

c) Apenas as afirmativas II e III estão corretas.

d) Apenas a afirmativa III está correta.

e) As afirmativas I, II e III estão corretas.

 

15. O diagnóstico da herpes se baseia em:

 

a) lesões cutâneas eritemato-escamosas sem o aspecto típico das vesículas herpéticas, freqüentemente com infecções secundária;

b) lesões mucosas (boca, narinas, olhos) graves, de tipo mutilantes;

c) Icterícia e síndrome hemorrágica;

d) Sinais neurológicos como convulsões, opistótono, hipotonia e distúrbios da deglutição;

e) Todas estão corretas

 

16. O Herpes Genital é uma infecção causada pelo vírus herpes simples (HSV). São sinais e sintomas dessa doença:

 

a) Corrimento amarelo-esverdeado, bolhoso e fétido e escoriações.

b) Corrimento mucopurulento escasso, prurido uretral e dor pélvica.

c) Secreção branco acinzentada com mal cheiro, sem prurido e irritação.

d) Disúria, mal estar, febre, corrimento vaginal intenso e sangramento vaginal, sensação de ardor,prurido, queimação, formigamento e dor.

e) Prurido, disúria eventual, dispareunia, corrimento branco em grumos.

 

17. O quadro clínico abaixo é compatível com o diagnóstico de:

Paciente com 57 anos de idade, sexo masculino, procura atendimento odontológico com queixa de “dor forte” na boca e perda do paladar. Na anamnese, o paciente relata o diagnóstico médico de leucemia mieloide crônica, tendo realizado tratamento quimioterápico 10 dias antes desta consulta. O exame clínico mostra eritema e úlceras múltiplas em áreas não ceratinizadas da mucosa bucal e ausência de cárie nos dentes. 

a) epidermólise bolhosa.

b) herpes simples.

c) mucosite oral.

d) varicela zoster.

e) herpes zoster.

 

18. O vírus do Herpes Simples é comumente associado a lesões de membranas mucosas e pele, ao redor da cavidade oral (herpes orolabial) e da genitália (herpes anogenital). Determina quadros variáveis benignos ou graves.

Neste contexto é incorreto afirmar?

a) Ambos os vírus podem infectar qualquer área da pele ou das mucosas. As manifestações clínicas são distintas e relacionadas ao estado imunológico do hospedeiro.

b) A Primo infecção é, em geral, subclínica e passa despercebida, pois o indivíduo torna-se portador do vírus sem apresentar sintomas.

c) Em pequena porcentagem de indivíduos, a infecção é grave e prolongada, perdurando por algumas semanas.

d) Após a infecção primária, o vírus pode ficar em estado de latência em gânglios de nervos cranianos ou da medula. Quando reativado por várias causas, migra através do nervo periférico, retorna à pele ou mucosa e produz a erupção do Herpes Simples recidivante.

e) Determina quadros variáveis benignos ou graves. Há dois tipos de vírus: o tipo 2, responsável por infecções na face e tronco, e o tipo 1, relacionado às infecções na genitália e de transmissão geralmente sexual.

 

19. Qual o diagnóstico provável do seguinte caso clinico:

Crianças de 7 anos de idade, sexo masculino, apresentou inicialmente algumas lesões vésico-erosivas e subfebril, complicando a um quadro grave, com erupção vesiculosa, febre alta, adenopatias e comprometimento do estado geral. Com o rompimento das vesículas, formou-se exulcerações, com gengiva edemaciada, dificultando a alimentação.

a) Primo infecção herpética.

b) Gengivo estomatite herpética.

c) Herpes recidiante.

d) Varicela zoster.

e) Panarício herpético.

 

20. Recentemente, tem sido reconhecida a importância do Herpes na etiologia de úlceras genitais, respondendo por grande percentual dos casos de transmissão do HIV, o que coloca o controle do herpes como uma prioridade. Neste contexto é correto afirmar:

 

a) Herpes é uma virose transmitida, predominantemente, pelo contato sexual (inclusive oro-genital).

b) A transmissão pode se dar, também, pelo contato direto com lesões ou objetos contaminados.

c) Caracterizase pelo aparecimento de lesões vesiculosas que, em poucos dias, transformam-se em pequenas úlceras, precedidas de sintomas de ardência, prurido e dor.

d) Acredita-se que a maioria dos casos de transmissão ocorre a partir de pessoas que não sabem que estão infectadas ou são assintomáticas.

e) Todas estão corretas.

 

Pub

CONSULTORIA ACADÊMICA: 

Professor e orientador para sua vida acadêmica, que propõe dar suporte didático-pedagógico e orientações para que você almeje seus objetivos, de forma prática e rápida.

Existe duas maneiras de chegar a algum lugar. Uma de forma aleatória, com tentativas de acertos e erros; e, outra, orientada e supervisionada por alguém que conhece o caminho das pedras.