Prof.Dr.Luis Carlos Figueira de Carvalho

Widgets

Translate this Page
POS GRADUAÇÃO
Por que fazer uma pós-graduação?
Melhorar curriculo
Ver Resultados

Rating: 2.7/5 (2353 votos)




ONLINE
4






CICLO DAS PENTOSES

CICLO DAS PENTOSES

QUESTÕES SOBRE O CICLO DAS PENTOSES

  1. Em relação ao ciclo das pentoses, considere as seguintes afirmativas: I - A fosforilação da glicose mediada por hexoquinase produz glicose-6-fosfato, que tem papel fundamental como precursor comum para diversas vias metabólicas que utilizam glicose; II -  O metabolismo de glicose-6-fosfato pela via das pentoses fosfato conserva os equivalentes redox de glicose-6-fosfato como NADH, ao passo que a glicólise promove produção de energia; III -  A via das pentoses fosfato fornece ribose 5-fosfato para a síntese de ácido nucléicos. Conclui-se que: a) Somente às afirmativas  I e II estão corretas; b) Somente as afirmativas I e III estão corretas; c) Somente as afirmativas II e III estão corretas; d) Somente a afirmativa II está correta; e) Todas as afirmativas estão corretas
  2. Em relação ao ciclo das pentoses, considere as seguintes afirmativas: I -  O metabolismo de glicose-6-fosfato pela via das pentoses fosfato conserva os equivalentes redox de glicose-6-fosfato como NADH, ao passo que a glicólise promove produção de energia; II -  A via das pentoses fosfato fornece ribose 5-fosfato para a síntese de ácido nucleicos; III - A via das pentoses fosfato degrada a molécula de açúcar um carbono de cada vez, em uma única fase. Conclui-se que: a) Somente às afirmativas  I e II estão corretas; b) Somente as afirmativas I e III estão corretas; c) Somente as afirmativas II e III estão corretas; d) Somente a afirmativa II está correta; e) Todas as afirmativas estão corretas.
  3. Em relação à via das pentoses fosfato, é incorreto afirmar: a)Fornece ribose 5-fosfato para a síntese de ácido nucléicos; b) Degrada a molécula de açúcar um carbono de cada vez, em duas fases distintas; c) É catalisada pela glicose-6-fosfato desidrogenase; d)  A glicose-6-fosfato é reduzida a  6-fosfogluconato; e) A primeira etapa é limitante da velocidade.
  4. A primeira etapa, limitante da velocidade, na via das pentoses fosfato é catalisada pela: a) Glicose-6-fosfato desidrogenase; b) Gluconolactonase; c) 6-fosfogluconato desidrogenase; d) Fosfopentose epimerase; e) Transaldolase.
  5. Em relação ao ciclo das pentoses, considere as seguintes afirmativas: I - A maioria dos componentes açucares biomoléculas é derivado da glicose por uma variedade de transformações químicas e interconversões; II - Açucares ligados a nucleotídeos são elementos chaves para muitas transformações de açucares, assim como para a síntese de polissacarídeos complexos; III - Oligo- ou polissacarideos são ligados a lipídios  por um número ilimitado de ligações N- ou O-glicosil em glicoproteinas e proteoglicanos. Conclui-se que: a) Somente as afirmativas I e II estão corretas; b) Somente as afirmativas I e III estão corretas; c) Somente as afirmativas II e III estão corretas; d) Somente a afirmativa II está correta; e) Todas as afirmativas estão corretas.
  6. Na Interconversões de pentoses fosfato que levam à intermediários da glicólise, a Xilulose 5-fosfato é formada por isomerização da ribulose 5-fosfato pela:  a) Glicose-6-fosfato desidrogenase; b) fosfopentose epimerase; c) 6-fosfogluconato desidrogenase; d) Fosfopentose epimerase; e) Gluconolactonase.
  7. Na Interconversões de pentoses fosfato que levam a intermediários da glicólise, considere as seguintes afirmativas: I -  Se for necessários mais NADPH para biossíntese redutora do que ribose 5-fosfato para incorporação em nucleotídeos, um sistema de interconversão de açucares formará açucares trioses, tetroses, hexoses e heptoses a partir das pentoses, e fornecerá uma ligação reversível entre a via das pentoses fosfato e a glicólise, por meios de intermediários comuns; II - Xilulose 5-fosfato é formada por isomerização da ribulose 5-fosfato pela fosfopentose epimerase; III- A ribulose 5-fosfato, ribose-5-fosfato e xilulose 5-fosfato existem como uma mistura em equilíbrio e podem sofrer transformações catalisadas por transcetolases e transaldolases. Conclui-se que: a) Somente as afirmativas I e II estão corretas; b) Somente as afirmativas I e III estão corretas; c) Somente as afirmativas II e III estão corretas; d) Somente a afirmativa II está correta; e) Todas as afirmativas estão corretas.
  8. Em relação ao ciclo das pentoses, considere as seguintes afirmativas: I – Oxidação de glicose 6-fosfato conserva equivalentes redox como NADPH  e a descarboxilação fornece pentose fosfato; II - A primeira reação catalisada pela glicose 6-fosfato (G6P) desidrogenase é a desidrogenação da G6P para formar 6-fosfoglucono-ᵹ-lactona e NADH, e é um importante ponto regulatório dessa via; III -  A lactona produzida na reação de desidrogenação da G6P  é um substrato para  gluconolactonase, o que garante  que a reação ocorra por completo. Conclui-se que: a) Somente as afirmativas I e II estão corretas; b) Somente as afirmativas I e III estão corretas; c) Somente as afirmativas II e III estão corretas; d) Somente a afirmativa II está correta; e) Todas as afirmativas estão corretas.
  9. Em relação ao ciclo das pentoses, considere as seguintes afirmativas: I – Oxidação de glicose 6-fosfato conserva equivalentes redox como NADPH  e a descarboxilação fornece pentose fosfato; II- Via das pentoses fosfato serve como um sistema regenerador de NADPH e fornecedor de pentose fosfato; III – Glicose 6-fosfato pode ser completamente oxidada a CO2. Conclui-se que: a) Somente as afirmativas I e II estão corretas; b) Somente as afirmativas I e III estão corretas; c) Somente as afirmativas II e III estão corretas; d) Somente a afirmativa II está correta; e) Todas as afirmativas estão corretas.
  10. A interconversão de glicose e galactose em células animais ocorre por epimerização de UDP-glicose em UDP-galactose, catalisada pela: a) UDP-glicose-4-epimerase; b) Fosfomanose isomerase; c) Fosfoglucomutase; d) Manoquinase; e) Frutoquinase
  11. A síntese de GDP-fucose começa com a conversão de GDP-manose em GDP-4-ceto-6-desoximanose pela GDP-manose-4,6-desidratase, seguida por sua epimerização a GDP-4-ceto-6-desoxi-L-galactose e, finalmente, redução a GDP-fucose. Essas últimas reações são catalisadas pela: a) UDP-glicose-4-epimerase; b) GDP-4-ceto-6-desoximanose 3,5-epimerase-4-redutase; c) Fosfoglucomutase; d) Manoquinase; e) Frutoquinase
  12. No ciclo das pentoses, observa-se que a formação de alguns açúcares pode ocorrer diretamente, começando com glicose, por reações de modificações, como a isomerização aldose-cetose catalisada pela: a) UDP-glicose-4-epimerase;  b) Fosfomanose isomerase; c) Fosfoglucomutase; d) Manoquinase; e) Frutoquinase
  13. A etapa crítica da síntese do ácido glucurônico a partir da glicose é a oxidação de UDP-glicose pela: a) UDP-glicose desidrogenase; b) UDP-glicose-4-epimerase; c) GDP-4-ceto-6-desoximanose 3,5-epimerase-4-redutase; d) Manoquinase; e) Frutoquinase.
  14. Em relação ao ácido glucurônico é incorreto afirmar: a) O ácido glucurônico é um precursor do ácido L-ascórbico nos animais que sintetizam a vitamina C; b) Participa na desintoxicação pela formação de conjugados glucurônídeos; c) A via do ácido glucurônico opera no tecido adiposo, e sua atividade, geralmente, está diminuída em tecido de animais em jejum ou diabético; d) A etapa crítica da síntese do ácido glucurônico a partir da glicose é a oxidação de UDP-glicose pela UDP-glicose desidrogenase; e) O ácido glucurônico é reduzido por NADPH a ácido gulônico, que é oxidado a ácido 3-cetogulônico e descarboxilado;
  15. A formação de aminoaçúcares, componentes importantes de oligo- e polissacarídeos complexos humanos e constituintes de antibióticos,ocorrer por: a) Descarboxilação; b) Transamidação; c) Epimerização; d)Translocação; e) Desidrogenação;
  16. No ciclo das pentoses, observa-se que a fosforilação e a transferência interna de um grupo fosfato na mesma molécula de açúcar são também modificações comuns. A glicose 1-fosfato, resultante da glicogenólise, é convertida em G6P pela: a) UDP-glicose-4-epimerase; b) Fosfomanose isomerase;  c) fosfoglucomutase; d) Manoquinase; e) Frutoquinase
  17. No ciclo das pentose, observa-se que a Galactose é fosforilada a galactose 1-fosfato pela galactoquinase, e manose a manose 6-fosfato pela: a) UDP-glicose-4-epimerase; b) Fosfomanose isomerase;  c) Fosfoglucomutase; d) Manoquinase; e) Frutoquinase
  18. No ciclo das pentose, observa-se que a  frutose livre é fosforilada no fígado a frutose 1-fosfato, pela: a) UDP-glicose-4-epimerase; b) Fosfomanose isomerase;  c) Fosfoglucomutase; d) Manoquinase; e) Frutoquinase
  19. Em relação ao ciclo das pentoses, considere as seguintes afirmativas: I – A completa oxidação da glicose 6-fosfato (G6P) a CO2 com redução de NADP+ e  NADPH, também pode ocorrer; II - G6P entra continuamente nessa via, e CO2 e NADPH são produzidos na 1ª  fase; III - Uma equação balanceada inclui a oxidação de 6 moléculas de ribulose 5-fosfato e 6 de CO2 . Conclui-se que: a) Somente as afirmativas I e II estão corretas; b) Somente as afirmativas I e III estão corretas; c) Somente as afirmativas II e III estão corretas; d) Somente a afirmativa II está correta; e) Todas as afirmativas estão corretas.
  20. Em relação ao ciclo das pentoses, considere as seguintes afirmativas: I – A via das pentoses fosfato serve a vários propósitos, incluindo síntese e degradação de açucares que não são hexoses, particularmente RIBOSE 5-FOSFATO para síntese de nucleotídeos e síntese de NADPH; II - O fluxo de processamento de G6P, após entrada na via, é determinado, em grande parte, pelas necessidades da célula de NADPH ou dos açucares intermediários; III - Quando mais NADPH do que ribose 5-fosfato é necessário, a via levando à completa oxidação de G6P a CO2 e à ressintese de G6P a partir ribulose 5-fosfato é favorecida. Conclui-se que: a) Somente as afirmativas I e II estão corretas; b) Somente as afirmativas I e III estão corretas; c) Somente as afirmativas II e III estão corretas; d) Somente a afirmativa II está correta; e) Todas as afirmativas estão corretas.
  21. As glicoproteínas são constituintes do muco secretado por certas células do epitélio, servindo para lubrificar e proteger tecidos que revestem os sistemas respiratórios, gastrointestinal e reprodutor feminino. São glicoproteínas, exceto: a) Hormônio folículo-estimulante; b) Sistema complemento c)Hormônio luteinizante; d) Gonadotrofina coriônica; e) imunoglobulinas.
  22. As glicoproteinas são constituintes do muco secretado por certas células do epitélio, servindo para lubrificar e proteger tecidos que revestem os sistemas respiratórios, gastrointestinal e reprodutor feminino. São glicoproteínas plasmáticas: a) Orosomucoides; b) Ceruloplasmina; c) Plasminogênio; d) Protrombina; e) Todas estão corretas
  23. Todas as seguintes interconversões de monossacarídeos (ou derivados) requerem um intermediário açúcar ligado a nucleotídeo, exceto: a) Galactose 1-fosfato para glicose 1-fosfato; b) Glicose 6-fosfato para manose 6-fosfato; c) Glicose para ácido glucurônico; d) Ácido glucurônico para xilose; e) Glucosamina 6-fosfato para ácido N-acetilneuramínico (um ácido siálico);
  24. c A glicose e a manose estão, ambas, em equilíbrio com a frutose 6-fosfato por ação das fosfo-hexose isomerase; II – A interconversão da Galactose 1-fosfato para glicose 1-fosfato ocorre por meio de uma epimnerase, no nível de UDP-galactose; III – As interconversões de Glicose para ácido glucurônico e de  Ácido glucurônico para xilose são catalisadas pela UDP-glicose desidrogenase, e o produto pode ser descarboxilado a UDP-xilose. Conclui-se que: a) Somente as afirmativas I e II estão corretas; b) Somente as afirmativas I e III estão corretas; c) Somente as afirmativas II e III estão corretas; d) Somente a afirmativa II está correta; e) Todas as afirmativas estão corretas
  25. Todas as seguintes afirmações são verdadeiras sobre o ácido glucurônico, exceto: a) É uma molécula carregada em pH fisiológico; b) Como UDP-derivado, pode ser descarboxilado a um componente usado na síntese de proteoglicanos; c) É um  precursor do ácido ascórbico no homem; d) Sua  formação, a partir da glicose, está sob  controle de retroalimentação (feedback) por um intermediário ligado a UDP; e) Pode ser finalmente convertido em xilulose 5-fosfato e, assim, entrar na via das pentoses fosfato.
  26. Em relação ao ácido glucurônico, considere as seguintes afirmações: I – O grupo ácido carregado aumenta a solubilidade em água, que é um importante papel fisiológico do ácido glucurônico, por exemplo, no metabolismo da bilirrubina; II – Descarboxilação de ácido UDP-glucurônico dá UDP-xilose, que é um potente inibidor da oxidação da UDP-glicose ao ácido glucurônico; III – A redução do ácido D-glucurônico a ácido L-gulônico leva a ascorbato, bem como a xilulose 5-fosfato para a via das pentoses fosfato. Conclui-se que: a) Somente as afirmativas I e II estão corretas; b) Somente as afirmativas I e III estão corretas; c) Somente as afirmativas II e III estão corretas; d) Somente a afirmativa II está correta; e) Todas as afirmativas estão corretas
  27. NADPH/NADP+ é mantido em um alto nível nas células primariamente pela: a) lactato desidrogenase; b) Ações combinadas da glicose 6-fosfato desidrogenase e da gluconolactonase; c) Ação da cadeia de transporte de elétrons; d) Troca com NAD+/NADH; e) Ações combinadas de transcetolase e transaldolase;
  28. Em relação ao ciclo das pentoses, considere as seguintes afirmativas: I – NADPH/NADP+ é mantido em um alto nível nas células primariamente pela ações combinadas da glicose 6-fosfato desidrogenase e da gluconolactonase; II – Embora a reação da glicose 6-fosfato desidrogenase, específica para NADP, seja reversível, hidrólise da lactona assegura que o equilíbrio geral fique deslocado na direção de NADPH; III – As transcetolases e transaldolases são partes da via das pentoses fosfato, catalisando reações livremente reversíveis, que usam NADP. Conclui-se que: a) Somente as afirmativas I e II estão corretas; b) Somente as afirmativas I e III estão corretas; c) Somente as afirmativas II e III estão corretas; d) Somente a afirmativa III está correta; e) Todas as afirmativas estão corretas.
  29. Fucose e ácido siálico: a) São a porção carboidrato das glicoproteínas; b) Contém grandes segmentos de uma unidade repetitiva constituindo, geralmente, de uma hexosamina e um ácido urônico; c) Sempre contém sulfato; d) Existem apenas em duas formas; e) São ligados à proteínas por interações iônicas.
  30. Fucose e ácido siálico: a) São carboidratos dos proteoglicanas; b) Contém grandes segmentos de uma unidade repetitiva constituindo, geralmente, de uma hexosamina e um ácido urônico; c) A maioria contém sulfato, exceto o hialuronato; d) Existem pelo menos 6 ckasses diferentes; e) Todas estão corretas;
  31. Sobre os proteoglicanos, é incorreto afirmar: a) A especificidade é determinada, em parte, pela ação de glicosiltransferases; b) A síntese é regulada, em parte, pela inibição por UDP-xilose da conversão de UDP-glicose em ácido UDP-glucurônico; c) A degradação é catalisada, no citosol, por glicosidases não-específicas; d) A síntese envolve sulfatação de resíduos de carboidratos por PAPS; e) A síntese do esqueleto protéico está em equilíbrio com a síntese dos resíduos polissacarídicos;
  32. Galactosemia é uma incapacidade de transformar galactose em glicose e pode levar a problemas  como formação de catarata, crescimento insuficiente, retardo mental ou morte eventual por lesão hepática. Galactose é reduzida a galactiol, que inicia a formação da catarata. O acúmulo de galactose 1-fosfato, a condição mais séria, leva a insuficiência hepática.  A forma mais severa da galactosemia: a) É uma deficiência genética de uma uridiltransferase que troca galactose 1-fosfato por glicose, na UDP-glicose; b) Resulta de uma deficiência de uma epimerase; c) É insignificante em recém-nascidos, mas um problema importante mais tarde; d) É um defeito na galactoquinase; e) Espera-se-ia que interferisse com o uso de frutose, bem como de galactose, porque a enzima deficiente é comum ao metabolismo de ambos açucares.
  33. Galactosemia é uma incapacidade de transformar galactose em glicose e pode levar a problemas  como formação de catarata, crescimento insuficiente, retardo mental ou morte eventual por lesão hepática. Galactose é reduzida a galactiol, que inicia a formação da catarata. O acúmulo de galactose 1-fosfato, a condição mais séria, leva a insuficiência hepática. UDP-galactose: a) Deve ser formada a partir de galactose 1-fosfato; b) É geralmente o primeiro açúcar ligado ao dolicol fosfato; c) É usado na síntese de condroitim sulfato; d) Não pode levar a formação de derivados de açucares como ácido glucurônico ou xilose; e) É o precursor direto de N-acetilgalactosamina;
  34. Um bebê de seis meses de idade apresentou hipoglicemia, vômito, diarréia, enteropatia com perda de proteínas e fibrose hepática. Medida do estado de glicosilação da transferrina sérica endógena revelou CDG tipo Ib ( Doênça congênita de glicosilação), que é um defeito na atividade da fosfomanose isomerase. O papel da fosfomanose isomerase é a interconversão de: a) Manose 6-fosfato e manose 1-fosfato; b) Glicose 6-fosfato e manose 6-fosfato; c) Frutose 6-fosfato e manose 6-fosfato; d) Frutose 1-fosfato e manose 1-fosfato; e) Glicose 6-fosfato e manose 1-fosfato;
  35. Um bebê de seis meses de idade apresentou hipoglicemia, vômito, diarréia, enteropatia com perda de proteínas e fibrose hepática. Medida do estado de glicosilação da transferrina sérica endógena revelou CDG tipo Ib ( Doênça congênita de glicosilação), que é um defeito na atividade da fosfomanose isomerase. Na CDG tipo Ic, um defeito em uma enzima que transfere um resíduo glicosil para um precursor  dolicol pirofosfato alta-manose, a estrutura de carboidrato seria parte de: a) Glicoproteína N-ligada; b) Glicoproteína O-ligada; c) Proteoglicano; d) Glicosaminoglicano; e) Lipídeo complexo;
  36. Um bebê apresentava múltiplas anomalias esqueléticas, com as mais proeminentes sendo tronco curto e membros pequenos. A urina estava livre de oligossacarídeos parcialmente degradados ou oligossacarídeos de proteoglicanos. A concentração de sulfato no sangue e a atividade de hidrolase ácida extracelular estavam normais. Provavelmente a doença descrita é causada por um defeito: a) Na capacidade de gerar manose 6-fosfato; b) Na atividade de glicosidase lisossomal; c) No gene que codifica um transportador de sulfato; d) Na Fosfoadenosina fosfosulfato (PAPS) sintetase; e) Em uma sulfatase.
  37. Um bebê apresentava múltiplas anomalias esqueléticas, com as mais proeminentes sendo tronco curto e membros pequenos. A urina estava livre de oligossacarídeos parcialmente degradados ou oligossacarídeos de proteoglicanos. A concentração de sulfato no sangue e a atividade de hidrolase ácida extracelular estavam normais. Sulfatação é um importante componente da síntese: a) Da maioria dos proteoglicanos; b) Do hialuronato; c) Da maioria das glicoproteínas; d) Da bilirrubina conjugada; e) De todos os anteriores;
  38. No ciclo das pentoses, a transcetolase requer tiamina pirofosfato (TPP) e cátions bivalentes, transfere um unidade C2 de glicoaldeído ativo de xilulose 5-fosfato para ribose 5-fosfato e produz: a) Sedo-heptulose e gliceraldeído 3-fosfato; b) Glicose 6-fosfato; c) 6-Fosfoglucono-δ-lactona; d) 6-Fosfogluconato; e) Ribose 5-fosfato e Ribulose 5-fosfato
  39. No ciclo das pentoses, a transaldolase transfere uma unidade de C3 (di-hidroxiacetona) da sedo-heptulose 7-fosfato para o gliceraldeído 3-fosfato, formando: a) Eritrose 4-fosfato e frutose 6-fosfato; b) Sedo-heptulose e gliceraldeído 3-fosfato; c) 6-Fosfoglucono-δ-lactona; d) 6-Fosfogluconato; e) Ribose 5-fosfato e Ribulose 5-fosfato.
  40. Em relação ao ciclo das pentoses, considere as seguintes afirmativas: I – No ciclo das pentoses, transcetolase requer tiamina pirofosfato (TPP) e cátions bivalentes, transfere um unidade C2 de glicoaldeído ativo de xilulose 5-fosfato para ribose 5-fosfato e produz sedo-heptulose e gliceraldeído 3-fosfato; II - No ciclo das pentoses, a transaldolase transfere uma unidade de C3 (di-hidroxiacetona) da sedo-heptulose 7-fosfato para o gliceraldeído 3-fosfato, formando eritrose 4-fosfato e frutose 6-fosfato; III - A transcetolase produz frutose 6-fosfato e gliceraldeído 3-fosfato, a partir de eritrose 4-fosfato e xilulose 5-fosfato. Conclui-se que: a) Somente as afirmativas I e II estão corretas; b) Somente as afirmativas I e III estão corretas; c) Somente as afirmativas II e III estão corretas; d) Somente a afirmativa II está correta; e) Todas as afirmativas estão corretas.
  41. Em relação ao ciclo das pentoses é incorreto afirmar: a) Serve exclusivamente para síntese e degradação das hexoses; b) Serve para síntese de nucleotídeos e síntese a de NADPH; c) O fluxo de processamento de G6P, após a entrada na via, é determinado, em grande parte, pelas necessidades da célula de NADPH ou dos açucares intermediários; d) Quando mais NADPH do que ribose 5-fosfato é necessário, a via levando à completa oxidação de G6P a CO2 e à ressíntese de G6P a partir de ribulose 5-fosfato é favorecida; e) Quando a demanda de NADPH for relativamente baixa, a conversão de G6P em ribulose 5-Fosfato para síntese de ácidos nucléicos ou reciclagem para produzir intermediários da via glicolítica predomina.
  42. A distribuição tecidual da via das pentoses fosfato é consistente com suas funções. Assim NADPH, necessário para manter a glutationa reduzida, que protege a integridade das membranas, é produzido nos seguintes órgãos, exceto: a) Fígado; b) Glândula mamária; c) Linfonodos; d)Testículos; e) Córtex adrenal.
  43. Em relação ao ciclo das pentoses, considere as seguintes afirmativas: I – O equilíbrio entre a entrada da glicose na glicólise ou a via das pentoses fosfato independe das necessidades metabólicas do órgão; II - Cerca de 20% a 30% do CO2 produzido no fígado pode ser proveniente das vias das pentoses fosfato;  III – No músculo estriado dos mamíferos, que realiza pouca síntese de ácidos graxos e esteróides, todo o catabolismo de G6P ocorre via glicolítica e ciclo de Krebs, com nenhuma oxidação direta de glicose 6-fosfato na via das pentoses fosfato. Conclui-se que: a) Somente às afirmativas I e II, estão corretas; b) Somente as afirmativas I e III estão corretas; c) Somente as afirmativas II e III estão corretas; d) Somente a afirmativa I está correta; e) Todas as afirmativas estão corretas.
  44. Em relação às interconversões de açúcares e formação de açúcar ligado a nucleotídeos, considere as seguintes afirmativas: I – A formação de alguns açúcares pode ocorrer diretamente, começando com glicose, por reações de modificações, como a isomerização aldolase-cetose catalisada pela fosfomanose isomerase, que produz manose 6-fosfato; II – A glicose 1-fosfato, resultante da glicogenólise, é convertida em G6P pela fosfoglucomutase; III – Galactose é fosforilada a galactose 1-fosfato pela galactoquinase, e manose a manose 6-fosfato pela manoquinase. Conclui-se que: a) Somente às afirmativas I e II, estão corretas; b) Somente as afirmativas I e III estão corretas; c) Somente as afirmativas II e III estão corretas; d) Somente a afirmativa I está correta; e) Todas as afirmativas estão corretas.
  45. Em relação às interconversões de açúcares e formação de açúcar ligado a nucleotídeos, considere as seguintes afirmativas: I – A frutose livre, um importante constituinte da dieta, é fosforilado no fígado a frutose 1-fosfato, por uma frutoquinase especial; II – A frutose 1,6-bisfosfato é sintetizada a partir de frutose 1-fosfato, pela ação da fosfofrutoquinase; III – A frutose 1-fosfato aldolase quebra a frutose 1-fosfato em di-hidroxiacetonafosfato (DHAP), que entra diretamente na via glicolítica, e o gliceraldeído, que é primeiro reduzido a glicerol, fosforilado e, então reoxidado a DHAP. Conclui-se que: a) Somente às afirmativas I e II, estão corretas; b) Somente as afirmativas I e III estão corretas; c) Somente as afirmativas II e III estão corretas; d) Somente a afirmativa II está correta; e) Todas as afirmativas estão corretas.
  46. Em relação às interconversões de açúcares e formação de açúcar ligado a nucleotídeos, considere as seguintes afirmativas: I – Uma pirofosforilase une hexose 1-fosfato e nucleosídeo trifosfato (NTP) para produzir um nucleosídeo difosfato (NDP)-açúcar e pirofosfato; II – Pirofosfatase rapidamente hidrolisa o pirofosfato, direcionando, assim, a reação de síntese; III – UDP-glicose é usado na síntese de glicogênio e glicoproteínas e é sintetisado pela UDP-glicose pirofosforilase. Conclui-se que: a) Somente às afirmativas I e II, estão corretas; b) Somente as afirmativas I e III estão corretas; c) Somente as afirmativas II e III estão corretas; d) Somente a afirmativa I está correta; e) Todas as afirmativas estão corretas.
  47. A que se deve ao nome CICLO DAS PENTOSES? RESP = A denominação “ciclo das pentoses” é dada pelo fato de a via metabólica que forma a glicose ser cíclica e porque as moléculas de gás carbônico participam de um conjunto de reações em que também tomam parte açúcares de cinco carbonos chamados pentoses.
  48. Qual é a função da transaldolase e da transcetolase no metabolismo da glicose? RESP = A transaldolase transfere uma unidade de C3 (di-hidroxiacetona) da sedo-heptulose 7-fosfato para o gliceraldeído 3-fosfato, formando eritrose 4-fosfato e frutose 6-fosfato, outro intermediário da glicólise. A transcetolase produz frutose 6-fosfato e gliceraldeído 3-fosfato, a partir de eritrose 4-fosfato e xilulose 5-fosfato.
  49. Frutosuria essencial é um defeito da frutoquinase, enquanto a intolerância a frutose é um defeito na frutose 1-fosfato aldolase. Qual dessas duas doença leva a severa hipoglicemia após ingestão de frutose e por quê?   RESP = A falta da frutoquinase causa acúmulo de frutose, que é excretada. A falta de aldolase resulta em aumento de frutose 1-fosfato, que seqüestra fosfato inorgânico celular, inibindo a capacidade da célula gerar ATP.
  50. Qual o papel da pirofosforilase e pirofosfatase na formação de açúcar ligado a nucleotídeos? RESP = A pirofosforilase une hexose 1-fosfato e nucleosídeo trifosfato (NTP) para produzir um nucleosídeo difosfato (NDP)-açúcar e pirofosfato. A Pirofosfatase rapidamente hidrolisa o pirofosfato, direcionando, assim, a reação de síntese. UDP-glicose é usado na síntese de glicogênio e glicoproteínas e é sintetisado pela UDP-glicose pirofosforilase.
  51. Qual o papel do ácido glucurônico no metabolismo dos carboidratos? RESP= O ácido glucurônico é um precursor do ácido L-ascórbico nos animais que sintetizam a vitamina C. Também participa na desintoxicação pela formação de conjugados glucurônídeos.

Pub

CONSULTORIA ACADÊMICA: 

Professor e orientador para sua vida acadêmica, que propõe dar suporte didático-pedagógico e orientações para que você almeje seus objetivos, de forma prática e rápida.

Existe duas maneiras de chegar a algum lugar. Uma de forma aleatória, com tentativas de acertos e erros; e, outra, orientada e supervisionada por alguém que conhece o caminho das pedras.