Prof.Dr.Luis Carlos Figueira de Carvalho

Widgets

Translate this Page
POS GRADUAÇÃO
Por que fazer uma pós-graduação?
Melhorar curriculo
Ver Resultados

Rating: 2.8/5 (2267 votos)




ONLINE
3






BACTERIOSCOPIA

BACTERIOSCOPIA


DESCRIÇÃO     VEJA O VIDEO

O exame bacteriocópico através da coloração de gram permite um estudo acurado das características morfotinturiais das bactérias e outros elementos (fungos, leucócitos, outros tipos celulares, etc). Presta informações importantes e rápidas para o início da terapia, fornecendo informações semiquantitativas em algumas infecções e estabelecendo o diagnóstico em muitos casos.

 

PREPARO PARA O EXAME

Qualquer material de região suspeita de infecção por microorganismos que se corem pelo método de Gram.

Sempre especificar o tipo de material e o local da coleta.
- Colher a amostra de forma asséptica, com os mesmos cuidados da cultura. Preparar pelo menos dois esfregaços em lâminas limpas e desengorduradas.
- Os esfregaços devem ser feitos com movimentos circulares, a partir do centro da lâmina, homogeneamente. Deixar secar ao ar e, após a fixação pelo calor brando, protegê-los para transporte.
- Fixação: Passar o esfregaço rapidamente 3 a 5 vezes sobre o fogo do bico de Bunsen. A lâmina com o esfregaço deve ser passada rapidamente para não desidratar as células, o que prejudica a correta identificação dos elementos.
- Várias pesquisas como as da Gardnerella, Neisseria, Gonococos, Mobiluncus, Fungos, associação fuso-espiralar, dentre outros, podem ser solicitadas através do Gram.
- Criança: Sempre que possível, colher no próprio laboratório tomando cuidados especiais com assepsia.
- Coleta com coletor de urina infantil: somente realizada nas dependências do laboratório.
- Coleta uretral: Vir para a coleta, preferencialmente pela manhã sem urinar, ou estar sem urinar há pelo menos 4 horas.
- Coleta vulvar: Vir para a coleta, preferencialmente pela manhã sem urinar, ou estar sem urinar há pelo menos 4 horas;
- Não usar desinfetantes ou medicações tópicas (caso esteja em uso, aguardar 48 horas após o término);
- Não realizar higiene/banho no dia da coleta;
- Não ter relação sexual nas últimas 24 horas anteriores ao exame.
- Coleta em Vagina, fundo de saco vaginal, colo uterino e canal endocervical: A paciente não deverá ter feito ducha vaginal nas 24 horas anteriores ao exame;
- Não fazer uso de desinfetantes ou medicações tópicas (caso estiver, aguardar 48 horas após o término);
- Não manter relação sexual nas últimas 24 horas anteriores ao exame;
- Não deve ter feito exame ginecológico com o uso de iodo ou ácido acético nas últimas 24 horas;
- Não estar menstruada (caso estiver, aguardar 48 horas após o término da menstruação).
- Esperma:
. Coleta realizada somente nas dependências do laboratório

 

BACTERIOSCÓPICO DE URINA 1º JATO, SECREÇÃO URETRAL E SECREÇÃO VAGINAL

Bacterioscópico de Urina 1º Jato, Secreção Uretral e Secreção Vaginal

Sinonímia: Gram., citobacterioscópico.

Material: Urina: 1º. jato. Volume mínimo: 10 mL; volume máximo: 20 mL. Secreção uretral: esfregaços em 2 lâminas e amostra da secreção colhida em tubo com salina. Secreção vaginal: esfregacos em 2 lâminas e amostra da secreção colhida em tubo com salina. Quando possível, colher também material uretral em separado.

Colheita, conservação: As secreções uretral e vaginal deverão ser colhidas no laboratório. A urina (1º. jato) pode ser enviada ao laboratório até no máximo 2 horas após a colheta.

Preparo do paciente: Secreção uretral e urina (1 º, jato) : estar há pelo menos 2 horas sem urinar. Secreção vaginal: não usar medicação tópica nas últimas 24 horas. Abstinência sexual de 24 horas.

Método: Pesquisa de germes coráveis pelo Gram. (inclui pesquisa de Tricomonas a fresco). 

Interferentes: Antibióticos e medicação tópica.

Interpretação: O exame permite a detecção de bactérias em geral, mas especial atenção é dada a diplococos Gram negativos intra ou extra-celulares com características de Neisseria e à Gardnerella. Presença de fungos é anotada. Pesquisa a fresco, e após colocação, para Trichomonas, é realizada de rotina. No caso de material vaginal a presença de bacilos de Doderlen é pesquisada e referida. A sensibilidade do exame para a pesquisa de Neisseria é maior em pacientes do sexo masculino. Em mulheres esta sensibilidade é menor e a cultura é mais indicada. O exame do 1 º. jato urinário (cultura) é indicação no paciente oligossintomático. sem secreção uretral.

 

 

LAUDO BACTERIOSCÓPICO

 

FLORA GRAM-POSITIVA: .......................................

 

FLORA GRAM-NEGATIVA: .......................................

 

PREDOMÍNIO: (   ) Flora Gram-positiva   (     ) Flora Gram-negativa     (     ) Flora mista

ASPECTO DA MICROBIOTA (   ) Normal     (   ) Alterada    (   ) Inconclusiva

CÉLULAS EPITELIAIS: (   ) Numerosas    (   ) Várias   (   ) Algumas   (   ) Nenhuma  (    ) Não determinada

PIÓCITOS: (     ) Numerosas    (      ) Várias   (   ) Algumas     (    ) Nenhuma   (    ) Não determinada

PESQUISA DE PROTOZOÁRIOS: (    ) Positiva      (     ) Negativa    (    ) Não determinada

PESQUISA DE FUNGOS: (    ) Positiva      (     ) Negativa    (    ) Não determinada

 

 

 

 

 

 

Pub

CONSULTORIA ACADÊMICA: 

Professor e orientador para sua vida acadêmica, que propõe dar suporte didático-pedagógico e orientações para que você almeje seus objetivos, de forma prática e rápida.

Existe duas maneiras de chegar a algum lugar. Uma de forma aleatória, com tentativas de acertos e erros; e, outra, orientada e supervisionada por alguém que conhece o caminho das pedras.